quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Pincéis da Avon para Blush e Pó...






Esses dois pincéis comprei faz poucos dias e adorei os dois.As cerdas são macias e não pinicam a pele na hora de fazer a make.Os cabos são anatômicos e além disso eles são super diferentes dos outros pincéis que eu tenho.Achei a qualidade da Avon muito boa.Não são os mais baratos e nem os mais caros, mas para mim, cumprem bem o papel.





Esses dois tipos de pincéis ainda são os básicos.Depois de comprarmos estes podemos pensar em comprar outros,pois existe muitos tipos de pincéis no mercado,cada um para uma parte do rosto.Eu acho sempre válido experimentar...

É muito importante,para uma make mais profissional e bonita,o uso de pincéis adequados.Foi-se o tempo em que se usava os dedos para maquiar...Claro que as vezes a gente acaba fazendo isso por força de hábito mesmo,mas garanto que a gente acostuma e não vive mais sem os ditos dos pincéis.Ando doida atrás de pincéis bons para esfumar e de côncavo,mas nas lojas do ramo por aqui,está muito difícil de encontrar.É sempre mais fácil de encontrar os mais básicos mesmo.Outro que me falta é o de delinear os lábios...Bem que a Avon podia lançar mais tipos de pincéis...


Acho esses pincéis uma ótima aquisição pra quem,como eu,está começando no mundo das makes...Pegam bem  o pó e o blush e não deixam marcado...Mesmo eu conhecendo pouco de pincéis,se eu fosse dar uma nota seria 9.Talvez,depois de conhecer outros,eu mude minha idéia,mas quem não gostou deles que me desculpe,mas eu gostei muito.Vamos ver no quesito "soltar pelinhos" como eles se saem.Mas isso eu comento num futuro post,depois de usá-los e lavá-los várias vezes...

Agora preciso dar um jeito de comprar um porta-pincéis para guardar todos eles...Hum...nem faço idéia onde comprar isso,mas sei que preciso urgentemente de um espacinho especial para guardar meus pincéis com todo cuidado que eles merecem...E vocês,me contem ondem guardam seus pincéis?Beijos...

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Paleta de Sombras Manly 120 Cores...Chegou...





Há mais ou menos dois meses me aventurei nas compras pela internet nos blogs das meninas que vendem maquiagem e acessórios.
Confesso que pesquisei super bem e procurei opiniões de quem já havia comprado.
Mesmo assim meu filho ficou "metendo pilha" se eu não tinha caído no conto do vigário por causa da demora para chegar.Fiz meu pedido dia 19/12 e recebi ela em minha casa hoje(16/02).
Mas falo a vocês que valeu a pena a demora.


Ela é linda,nenhuma sombra veio quebrada(que era meu maior medo,por causa da loucura que é os correios no final de ano) e ainda,de quebra,ganhei um quit de 5 pincéis de bolsa super fofos que vão ser muito usados com certeza...

Veio super bem embalada com muito plástico bolha...Enfim,amei minha paleta.Nunca tinha visto tanta cor de sombra junta,afinal,são 120 cores...Ah,o modelo dessa minha paleta é o A(tem mais cores cintilantes).





Para quem possa interessar,fui super bem atendida pela dona do site,sempre foi super atenciosa e teve muita paciência(refiz meu pedido umas quatro vezes porque perdia o dia de pagar o boleto).Abaixo postarei o endereço do site,para quem se interessar,pois lá tem muita coisa legal.


http://www.flordemeninamakeup.com/loja/


Agora não tenho mais desculpas...É só botar a criatividade pra funcionar e aprender a maquiar como uma profissional.Afinal,muita coisa pode ser criada com uma paleta de sombras tão linda assim...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

A herança da culpa...

Nas minhas pesquisas aos blogs que tratam de variados assuntos femininos,achei esse texto muito interessante sobre a conduta sexual lá do tempo das nossas avós e bisavós.Seria cômico se não fosse muito triste esse comportamento ignorante sobre a sexualidade e não-aceitação da mesma.

O que mais me impressiona é que infelizmente,até hoje,mesmo vivendo numa sociedade "moderna" tem muitas mulheres que ainda se comportam dessa maneira...Tratam o homem como se ele fosse o todo poderoso na vida delas e que precisa ser agradado,mesmo que para isso elas tenham que se anular completamente e deixarem de ter o domínio sobre suas vidas.Agem como verdadeiras "mães",mas não são.São esposas.Não têm o direito de opinar sobre nada,pois quem manda é o "marido".E se tentarem são retraídas por um sonoro "cala a boca".Tudo na vida dessas mulheres deve ser obrigação pura e simples.

Esse texto vai fazer todas nós enterdermos de onde veio tanta culpa,vergonha e medo...de uma sociedade machista e nojenta que até hoje perdura,mas que graças a mulheres corajosas,vem diminuindo a cada geração que passa...Admiro os homens que ajudam suas mulheres a crescerem,transformarem suas vidas.Abomino aqueles que querem apenas um "depósito" para  acalmarem seus anseios.Querem apenas algúem para cuidar dos filhos e da casa,não respeitam as mulheres e as tratam como seres dignos de inferioridade.Já teve algém que teve a petulância de me dizer que era melhor que uma mulher pois podia fazer o que queria sem engravidar.Quer dizer que o nosso mal é poder engravidar?Hoje em dia existem métodos para evitar isso.A modernidade nos trouxe isso.Podemos ser independentes e termos filhos somente se quisermos e com quem quisermos...

O machismo ainda vai demorar para sumir de vez mesmo.O mundo todo foi contaminado por muito tempo...E infelizmente,muito tempo vai levar para ele se dissipar dos nossos corações...

Sem falar da nossa formação religiosa totalmente errada...Uma visão deturpada da imagem da mulher nos foi passada pela igreja católica...A mulher tinha que servir a Deus na igreja e na sociedade e servir ao seu marido em casa...Praticamente era dito a essas mulheres que gostar de sexo era errado.Deveriam apenas "saciar" os maridos sem sentir prazer algum,pois se sentissem,seriam condenadas e culpadas.Admira-me,pois somente os seres humanos fazem sexo sem propriamente precisar se reproduzir,ou seja,por amor ou prazer.Somente os animais precisam satisfazer seus instintos reprodutivos...



Instrução e aconselhamento para a jovem noiva...

Tradução de Renato Alcântara

Sobre a conduta e comportamento nas relações intimas e pessoais do santo estado do matrimônio para a maior santidade deste abençoado sacramento e para a Glória do Senhor , por Ruth Smythers, amada esposa do Reverendo L.D. Smythers, Pastor da Igreja Metodista Árcade da conferência regional Oeste.

Publicado no ano de nosso Senhor de 1894, Spiritual Guidance Press, New York City.


Para a jovem sensível que possui os benefícios de uma formação adequada, o dia do casamento é, ironicamente, tanto o dia mais feliz, quanto o mais apavorante de sua vida. No lado positivo, está o casamento em si, no qual a noiva é a atração central, numa linda e inspiradora cerimônia, simbolizando seu triunfo em conquistar um homem para provê-la de todas as suas necessidades para o resto de sua vida. No aspecto negativo, está a noite de núpcias, na qual a noiva deve pagar, por assim dizer, seu tributo, encarando pela primeira vez a hedionda experiência do sexo.

A esta altura, minha prezada leitora, permita-me expor-lhe um fato chocante. Algumas jovens conscientemente anseiam por sua noite de núpcias com curiosidade e prazer! Atentem para os males de tal atitude! Um marido egoísta e libidinoso pode se aproveitar facilmente de tal esposa.
Uma regra fundamental do casamento jamais deve ser esquecida: ENTREGUE-SE POUCO, ENTREGUE-SE RELUTANTEMENTE E , ACIMA DE TUDO, ENTREGUE-SE SOB PROTESTO. De outra forma, o que poderia ter sido um casamento integro, pode se transformar numa orgia de lascívia sexual.


No entanto, o pânico da noiva não precisa ser extremado. Apesar do sexo ser, na melhor das hipóteses, repugnante e, no pior dos casos, bastante doloroso, ele deve ser tolerado e tem sido tolerado pelas mulheres desde a aurora dos tempos, sendo é compensado através do lar monógamo e pelas crianças geradas através dele.

É inútil, na maioria dos casos, que a noiva conte com o varão para a preparação para a iniciação sexual. Embora o marido ideal fosse aquele que abordasse a sua noiva apenas a seu pedido e unicamente para o propósito de gerar herdeiros, tal nobreza e desapego não devem ser esperados do homem padrão.

Os homens, se não forem devidamente rejeitados, iriam exigir o intercurso carnal quase que diariamente. A noiva sábia deverá permitir um máximo de duas breves relações sexuais semanais durante os primeiros meses. Com o passar do tempo ela não deverá medir esforços para reduzir esta freqüência. Simular mal-estar, sonolência, e dores de cabeça figuram entre os melhores amigos da esposa nesse sentido. Discussões, críticas, provocações e teimosias também se mostram bastante eficazes, se usados às altas horas da noite cerca de uma hora antes do momento em que o marido habitualmente inicia suas tentativas de sedução.


Esposas astutas devem estar sempre atentas a novas maneiras de negar e desencorajar as investidas amorosas de seus cônjuges. Uma boa esposa deve esperar reduzir os contatos sexuais a um por semana ao fim do primeiro ano de casadas e a um por mês ao termino do quinto ano de casamento. Por volta de seu décimo aniversário de casamento, muitas esposas completaram a educação de seus filhos e atingiram o objetivo supremo de eliminar por completo os contatos sexuais com seu marido. A essa altura elas podem confiar em seu amor pelas crianças e nas pressões sociais para manter seu marido em casa.


Da mesma forma que elas devem ficar alertas para manter a quantidade da prática sexual a menor possível , a noiva astuta deverá também dispensar atenção ao grau de contato sexual. A maioria dos homens é naturalmente pervertida e, se dada a oportunidade, lançar-se-iam a toda forma de práticas revoltantes. Essas práticas abrangem entre outras coisas realizar o ato em posições anormais; tocar o corpo feminino com a boca; e oferecer seus vis corpos para serem levados à boca.

Nudez, falar sobre sexo, ler histórias sobre sexo, ver fotografias ou desenhos representando ou sugerindo a prática sexual são hábitos abjetos à que os os homens são afeitos a adquirir, caso lhes seja permitido.

Uma noiva astuta tornará seu objetivo jamais permitir que seu consorte vislumbre seu corpo desnudo, e jamais permitir que este lhe apresente o seu próprio corpo desnudo. Sexo,quando não puder ser evitado, deverá ser praticado em trevas absolutas. Muitas mulheres encontraram serventia em fazer uso de espessas e longas camisolas de algodão e pijamas para seus maridos. Estes devem ser vestidos em quartos separados. Eles não deverão ser removidos durante o intercurso carnal. Desta forma o mínimo de pele será exposta.


Uma vez q a noiva tenha vestido sua camisola e apagado as luzes, ela deverá deitar-se silenciosamente na cama e aguardar seu varão. Quando ele chegar ansioso ao quarto ela não deverá emitir som algum que possa guiá-lo a ela, pois ele poderá interpretar isto como um sinal de encorajamento. Ela deverá deixá-lo sondando na escuridão. Sempre existe a possibilidade de que ele tropece e sofra algum leve machucado que ela possa usar como pretexto para recusar o ato sexual.


Quando ele por fim encontrá-la, a noiva deverá permanecer tão imóvel quanto possível. Movimentos corpóreos podem ser interpretados como excitação sexual por maridos otimistas. Caso ele tente beijar-lhe os lábios ela deverá virar sua cabeça lateralmente para que este beijo repouse inofensivamente em suas maçãs do rosto. Caso ele tente beijar-lhe a mão, que ela forme um punho.
Caso ele tente elevar sua camisola e beijar-lhe em qualquer outro lugar ela deverá rapidamente baixá-la , pular da cama e anunciar que a natureza a chama ao lavabo. Isso irá, na maioria dos casos, desestimulá-lo a lhe beijar nos territórios proibidos.

Caso o marido tente seduzi-la com palavras cheias de lascívia, a noiva astuta deverá lembrar-se de súbito de banalidades não-sexuais para inquiri-lo. Uma vez que ele as responda ela deverá continuar com a conversa, não importa o quão tola ela pareça no momento . Eventualmente, o marido irá compreender que, caso ele insista em ter contato sexual, ele deverá obtê-lo sem a atmosfera amorosa.


A esposa sábia não permitirá a ele levantar sua camisola mais que a altura de sua cintura, e permitir-lhe que apenas abra a frente de seus pijamas para fins de conecção. Ela deverá ficar no mais completo silêncio ou resmungar sobre seus afazeres domésticos enquanto ele bufar e rosnar. Acima de tudo, ela deverá ficar quieta e nunca sob nenhuma circunstância gemer ou arfar enquanto o ato estiver em andamento. Tão cedo quanto seu marido tenha completado seu ato, a esposa inteligente deverá iniciar uma conversa sobre várias tarefas menores que ela deseja que ele realize na manhã seguinte. A maioria dos homens obtém a maior parte da sua satisfação sexual da exaustão pacífica obtida logo após o ato. Assim, a esposa deve se assegurar que ele não obtenha paz neste período. De outra forma, ele poderia se sentir disposto a repetir o ato.

Um ponto animador, do qual a esposa deve se sentir agradecida, é o fato de que o lar, a escola, a Igreja e o ambiente social, conspiraram ao longo de toda a vida do seu marido para lhe inspirar um profundo senso de culpa dos seus anseios sexuais, donde ele chegar ao leito conjugal, de uma forma envergonhada e cheia de vergonha, meio assustado e um tanto submisso. A esposa sábia deverá se aproveitar desta oportunidade para inicialmente limitar e posteriormente aniquilar completamente os desejos de seu esposo por expressão sexual.

Se isso não fosse sério,eu juraria que não passa de uma piada sarcástica à respeito da sexualidade das mulheres...

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Achei útil para mim...Talvez seja útil também para você...


COMO CONTROLAR A SUA RAIVA:

A raiva é uma sensação composta de 3 componentes que interagem um com o outro (pensamento avaliativo, mudanças físicas e comportamento de raiva) que ocorre frente a um acontecimento desencadeador. Estes 3 componentes são capazes de influenciar um ao outro aumentando a intensidade da sensação. Pensamento avaliativo quer dizer o modo como interpretamos uma situação e acontecimento desencadeador se refere a algum evento externo, ou seja uma provocação. Comportamento de raiva quer dizer o que a pessoa faz quando está na situação que lhe dá raiva.

No exemplo a seguir pode se verificar a interação dos 3 componentes da raiva.

Exemplo: se o marido deixa de fazer o que a mulher espera (a provocação) , ela pode ter um pensamento avaliativo do tipo “ele nunca faz o que quero, droga, ele não presta mesmo!” Neste momento, o corpo reage e mudanças físicas ocorrem, o coração bate muito rápido, os músculos ficam tensos, a respiração fica ofegante e uma sensação de sufoco ocorre”. Ao notar essas reaçoes físicas a esposa pode ter outro pensamento avaliativo “Puxa, ele me dá uma raiva!” O cérebro imediatamente percebe essas reaçoes, aumenta a raiva e deslancha o comportamento de raiva, que pode ser brigar, gritar, ir embora, ficar calada etc. Este comportamento de raiva, por outro lado, tem o poder de aumentar mais ainda a raiva que a pessoa já sentia.

Outro exemplo, se alguém nos faz uma injustiça(a provocação), podemos avaliar o que ocorreu pensando “que desaforo, não posso deixar isto acontecer”. Neste momento, nosso corpo vai reagir com aceleração das batidas do coração, com tensão muscular, a respiração fica ofegante e sensação de sufoco que faz aumentar a raiva. ÀS VEZES, A RAIVA VAI CRESCENDO CADA VEZ MAIS DENTRO DA PESSOA POR HORAS. NESTES CASOS FICA DIFICIL CONTER A RAVIA QUE JÁ CRESCEU MUITO. A seguir, é provável que façamos algo para demonstrar que estamos com raiva, as vezes até maior do que a situação merecia.

Resumindo, o processo da raiva ocorre do seguinte modo:

algo acontece na vida da pessoa:
1. ela interpreta o que ocorreu como uma afronta, ameaça ou injustiça pessoal (pensamento avaliativo)

2. o funcionamento do seu corpo sofre mudanças: o coração bate rápido, os músculos ficam tensos e há a sensação de sufoco;

3. o comportamento agressivo ocorre (ou raiva para dentro ou para fora)

Tenho o direito de ter raiva?
Todo mundo tem o direito de sentir. Raiva é um sentimento, portanto temos o direito de sentir raiva. Não é errado sentir raiva, o que pode ser errado é o modo como a expressamos, o que fazermos com ela. Não é necessário ter culpa por se sentir com raiva, mas reconheça que ela só é valida se estiver ajudando a pessoa a resolver o problema. Sempre pergunte a si mesmo se sua raiva está dentro do razoável e se você está sabendo fazer uso dela. Raiva dá energia e vigor e portanto pode ser útil para nos proteger de injustiças e abusos, porem ela deve ser mantida sob controle e usada de modo construtivo. A raiva passa a ser um problema quando ela é freqüente demais, intensa demais, quando dura muito , quando leva a agressão e violência e quando interfere nas relações interpessoais.

Por que se preocupar com a raiva?
Existem pessoas que sentem raiva com muita facilidade, que estão sempre sob o domínio deste sentimento. Suas ações, muitas vezes, fogem do seu controle. As conseqüências são graves para a sua saúde e se manifestam em termos de hipertensão, úlceras, depressão, obesidade, perda de emprego, abuso físico ou psicológico de familiares e amigos. A conseqüência inevitável disto é uma auto estima prejudicada, relações interpessoais tumultuadas e um alto nível de stress emocional. Quando a interpretação que se dá a algo que ocorreu em nossa vida ultrapassa a ameaça, a injustiça ou a afronta, então, a raiva fica desproporcional e intensa.

A fim de evitar estas conseqüências e garantir à pessoa propensa à raiva uma vida de melhor qualidade e com um menor nível de stress, necessário se torna aprender estratégias que a ajudem sentir menos raiva e usar a raiva, que não possa ser eliminada, como força de energia positiva.

Estratégias para lidar com a raiva
1. Reconheça que está com raiva;
2. Aprenda a reconhecer os eventos desencadeadores da raiva em você;
3. Aprenda a reconhecer os 3 componentes da raiva: avaliação, reações físicas e comportamento de raiva;
4. Entenda que algo só se torna um “evento desencadeador” (uma provocação) pela interpretação que você dá a ele;
5. Entenda que as reações físicas da raiva tem o poder de aumentá-la;
6. Compreenda que o comportamento de raiva é o último a ocorrer e que portanto dá tempo de controlar seu comportamento de raiva;
7. Sempre tente quebrar o processo de reação da raiva na sua fase inicial , isto é, verifique se o seu modo de avaliar a situação desencadeadora da raiva (aquilo que você acha uma provocação) pode ser mudado. Para tal mude o seu diálogo interno, o modo como fala consigo mesmo;
8. Quando perceber que a raiva está caminhando para as reações físicas , que seu coração já começou a bater muito rápido, que seu corpo e mente estão ficando tensos , que está desenvolvendo uma sensação de sufoco, tente relaxar para ver se elimina essas reações.

Experimente dizer para si mesmo:
“Cal... ma, cal ...ma”,
“preciso tomar cuidado para não deixar a raiva correr todo o seu processo”,
“vai ver que minha visão do que ocorreu pode ser aliviada”,
“vou deixar para reagir amanhã, quando tiver avaliado a situação sem raiva”.
“Sempre posso reagir amanha se quiser”.
“Não vou correr o risco de ficar doente por causa da minha raiva”.
“Estou aborrecido, mas isto não é fim do mundo”.
”Quem mantém a calma mantém o controle”.
“Posso assumir o controle das minhas emoções”.
9. Ao mesmo tempo que vai dialogando consigo mesmo, respire profundamente pelo nariz e expire devagarzinho pela boca;
10. Tente encontrar modos construtivos de uso da raiva, por exemplo, faça ginástica, caminhe, dance, cante, ria, seja positivo, converse sobre ela.
11. Quando já estiver em controle da sua raiva, tente resolver a situação que o fez ficar tão aborrecido.


Marilda Novaes Lipp
www.estresse.com.br

A maioria das vezes, o melhor caminho que achamos para ter o que queremos  não funciona e a raiva explode. Desse jeito, raramente obtemos o que queremos.

Um bom número de pessoas envergonha-se de sentir raiva, e a todo custo tenta esconder este sentimento, sem nem ao menos tentar entendê-lo, saber de onde vem, para poder escolher se quer ficar com ele ou não. Outro tanto já parece ter medo da própria raiva, como se acessá-la fosse causar danos irreparáveis a quem esteja por perto ou seja vítima da manifestação desse sentimento.

De fato, não trabalhar a própria raiva (ou qualquer outra emoção) pode levar o corpo a produzir doenças até fatais.
Doenças ligadas ao fígado são causadas pela raiva acumulada, e rancor que não se transforma em perdão acaba virando câncer. Raiva não expressada causa amigdalite, afonia, inflamações; aqueles que se ensurdecem pela raiva não raro acabam desenvolvendo otites, dores de ouvido; e aqueles que nunca se livram de velhos ranços acabam, segundo Paracelsus, produzindo hérnias e até mesmo desenvolvendo corcundas.

Quando um desejo é frustrado, ele se transforma em raiva. E junto de um desejo existe outro desejo, e desse modo continuamos alimentando a raiva nesta cadeia infindável de desejos.


A raiva surge de nossos desejos insatisfeitos, de nossas mágoas, frustrações, decepções e gera infelicidade
O ódio e a raiva são considerados as maiores emoções negativas ou aflitivas por serem os maiores obstáculos da bondade, da compaixão e do altruísmo e também por destruírem nossas virtudes e nossa tranqüilidade mental. Com a raiva perdemos os méritos de nossos bons pensamentos e de nossas boas ações.

Seis tipos de pessoas são tristes:

- Aquelas que têm inveja dos outros
- Aquelas que odeiam os outros
- Aquelas que estão descontentes
- Aquelas que vivem da fortuna dos outros
- Aquelas que são desconfiadas
- Aquelas que têm raiva".

Verdadeiramente, é a raiva que produz as outras condições que causam a tristeza.

E esta raiva assume muitas formas, muitas facetas como: aflição, ressentimento, contrariedade, mau humor, aspereza, animosidade, explosões de raiva, ira, rancor, crises de choro e soluço. Muitas vezes, as lágrimas não são sinais de fraqueza, mas a força da raiva.

A raiva envenena corpo e mente.

Ataques de raiva e de mau humor produzem danos sérios nas células do cérebro, envenenam o sangue, causam insônia, depressão e pânico; suprimem a secreção dos sucos gástricos e da bílis nos canais digestivos, criando gastrites e úlceras, esgotam a energia e vitalidade, causam problemas cardíacos, provocam velhice prematura e encurtam a vida.

Quando você se zanga sua mente fica perturbada e isto reflete em seu corpo que sente distúrbios. Todo o sistema nervoso se agita e você se enerva, perdendo a harmonia, a eficiência de agir, o vigor e o entusiasmo.

A raiva é uma energia poderosa que precisa ser dissolvida para que você possa ser mais livre e saudável.

É muito importante saber que ninguém provoca raiva em você, ela é criada por você. Já existe em você acumulada desde a infância... De repente, isto é acionado por alguma palavra ou por alguma ação de alguém e você experimenta uma raiva, às vezes inapropriada, sem motivo.

Se não temos controle sobre nossa mente que vagueia a todo instante, perdemos o controle e, a raiva brota muito forte de nosso interior, nos destruindo e magoando.


Geralmente esta raiva começa quando somos crianças. Quando não conseguíamos o que desejávamos, ficávamos zangados e nossos pais faziam o que queríamos. Assim aprendemos que podíamos ficar zangados porque isto funcionava para alcançar nossos desejos.



Muitas vezes, as pessoas falam o que não querem, são dominadas pela raiva e explodem causando inimizades, mágoas e conflitos. E depois dizem: "Perdi a cabeça! Não tenho controle sobre minha mente ou emoções! Mas o que posso fazer? Eu sou assim mesmo. Não vou mudar!"

Porém, elas precisam entender que estão prisioneiras de camadas densas e sólidas de raiva e de desejos insatisfeitos. Se não despertarem para a necessidade urgente de começar a fazer algo a respeito, elas vão viver em total infelicidade, no meio de suas próprias negatividades. Isto é viver em um verdadeiro inferno interior.

Colocar a raiva para fora apenas agrava esta emoção negativa e a faz crescer ainda mais. Se deixarmos isto sem controle, expressando nossa raiva cada vez mais, ela não vai se reduzir e sim aumentar, gerando mais dor e inquietude para nós.
Contemple, sem julgamento e culpa, os fatores que deram origem à manifestação da raiva, aprendendo a se conhecer melhor.

É importante reconhecer os erros para corrigi-los e agir melhor no futuro. Peça desculpas, treinando a humildade, que é a virtude das pessoas fortes e corajosas.


Compreenda que ninguém é perfeito. Cada um de nós fez algo de errado. É da condição humana. O importante é aprender com nossos erros sem a atitude de censura ou crítica excessiva por nós mesmos, pois esta autopunição é fonte de sofrimento para nós. E quando vamos entendendo isto, nos tornamos mais tolerantes com as falhas das outras pessoas e sentimos menos raiva.

Liberte-se do sentimento de culpa, porque se você se culpa você alimenta ainda mais a sua raiva e se torna prisioneiro deste ciclo vicioso. A culpa gera mais baixa-estima e você cai na armadilha do ego e, como conseqüência passa a ser mais limitado, amargurado, infeliz. Este é o estado de escravidão do ego que nos faz sentir pequenos, inferiores.


Read more http://alfaeri.blogspot.com/2008/10/sobre-raiva.html#ixzz1DPjbqhs3
Alfa Eri
Under Creative Commons License: Attribution


RAIVA é uma emoção que surge em razão de altas expectativas que lançamos sobre as coisas. Por criarmos concepções otimistas sobre fatos que sempre estão se repetindo, nos causando surpresas que são desagradáveis.Devemos ser menos otimistas sobre as coisas, pois assim, psicologicamente estaremos preparados se algo, que nos chateie, for acontecer.Ou seja...a raiva é um sentimento de pessoas muito otimistas...




É melhor ser pessimista e evitar a Raiva ou ser otimista e a tê-la?Comentem...

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário,
perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos,
não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedido do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais?
Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?

Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu.
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, a serem subitamente transformadas em pó.

Mas, tal atitude será um desgaste imenso para todos:
seus pais, seu marido ou sua esposa, seus amigos, seus filhos, sua irmã,
todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, Seguindo adiante,
e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado,
nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora
e não tem a menor intenção de voltar.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora.

Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!)
destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos,
vender ou doar os livros que já leu.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível,
do que está acontecendo em nosso coração, e, o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto, às vezes ganhamos, e, às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço,
que descubram seu gênio, que entendam seu amor.
Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa,
que mostra como você sofreu com determinada perda:
isso o estará apenas envenenando e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos,
promessas de emprego que não têm data marcada para começar,
decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo.
Diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará.
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo,
sem aquela pessoa - nada é insubstituível.
Um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.

Encerrando ciclos.
Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba,
mas porque simplesmente, aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. "

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Desacorrentadas>>>>>>> Martha Medeiros>>>>>>>

O amor liberta? De certa forma, sim. Amar faz você despreder-se da razão, incorporar novos hábitos, expandir seus sentimentos, invadir recantos da sua alma nunca antes explorados.
De fato, é bem poético e libertador amar.


Mas tem seus contratempos, lógico. A convivência entre duas pessoas nem sempre é um mar de calmaria, muitas concessões necessitam ser feitas, ou seja, alma gêmea não existe, é conversa pra boi dormir. Ainda assim, é melhor estar amando do que não estar amando. Ao menos até uma determinada idade.

Circulam por aí reportagens que enaltecem o amor aos 70, 80 anos, dizendo que nunca devemos encerrar as buscas, que o amor merece ser encontrado em qualquer etapa da vida. Merece, mas tenho ressalvas a fazer.
Se você alcançou uma certa longevidade e tem um parceiro bacana, mantenha-o, claro. Mas se você está sozinha da silva, já teve vários bons romances na vida e está em paz com a sua solidão, vai procurar sarna pra se coçar a troco de quê?
Há duas mulheres famosas na faixa dos 60 anos que, depois de amarem muito, já manifestaram publicamente a sua desistência de seguir procurando companhia (ainda que eu intua que esse desprendimento ainda vai lhes proporcionar novas surpresas amorosas).
Mas, enfim, são mulheres inteligentes e bem resolvidas, e essa postura de “largar de mão” me inspirou: pretendo seguir a mesma cartilha. Não que eu colecione desilusões, pelo contrário. Não tenho do que me queixar. Já vivi o lado zen e o lado tsunâmico do amor, e o saldo é de puro prazer e gratidão. Sou totalmente pró-amor, nem penso em aposentadoria agora. Mas o agora vai se transformar em depois, e depois é outra história.
Estou sem a menor pressa de que o tempo passe, mas vai passar e quando eu chegar nos meus 60 e tantos, bem saudável, independente e mantendo o espírito da juventude (estão rindo do quê?), pretendo curtir a vida mais do que já curto hoje. E não haverá problema em estar sozinha, caso estiver. Quem tem amigos, não se aperta. Ainda mais quando são amigos de diversas áreas, diversas idades, gente com a cabeça aberta, o humor tinindo, bem informados - existe turma melhor? Depois de uma noitada regada a ótimas conversas, você pega sua bolsa e volta pra casa, pega seu livro, se esparrama na cama e dorme até a hora que quiser, se for final de semana - e se não for, também.
Além de amigos, ter algum dinheiro é importante, lamento tocar nesse assunto desagradável. É ele que possibilitará que você viaje, vá a shows, receba gente querida em casa, se presenteie com pequenos mimos. Sim, você pode fazer tudo isso com um parceiro ao lado, mas não na hora que você bem entender e sem dar satisfações. Tudo terá que ser negociado.
E será preciso abrir espaço na agenda para os amigos dele, a família dele, as carências dele, as doenças dele, as galinhagens dele. Será que, maduríssima da silva, terei tempo e paciência para me dedicar tanto assim à manutenção de uma relação nova?

Sem falar em continuar tendo que se preocupar com o próprio corpo, com as artimanhas da sedução, com o sexo. Ai, o sexo… Sentirei saudades.

Poético e libertador é pensar que nunca estarei sem ninguém, porque chega uma hora em que a gente decide que é alguém, e basta.

Autora: Martha Medeiros

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Amei a História da Débora...Leiam...

Fiz minha vida tirando sobrancelhas

Com pinça, lápis e tesoura, mudo a cara das minhas clientes. Não é à toa, tenho fila de espera para dois meses.

Dona da história:Débora Lima-SP


Conteúdo do site MdeMulher
Destaque da Matéria
Sou perfeccionista. Isso faz toda a diferença
no meu negócio

Foto: Divulgação

Nunca pensei que sobrancelha desse dinheiro. Há sete anos fui trabalhar na perfumaria de um salão e comecei a dar uma força à maquiadora. Quando vi, as clientes só queriam limpar as pestanas comigo.
Faço a minha própria sobrancelha desde os 15 anos. Como eu levava jeito pra coisa, treinei minha técnica de graça nas parentas e amigas. Só mais tarde foi que fiz curso de maquiagem no Sesc. Eles até têm uma aula sobre sobrancelha, mas não é o suficiente para os casos mais difíceis. Tenho talento e dom mesmo.

Atualmente trabalho como maquiadora e designer de sobrancelha num salão chique. Faço umas 250 sobrancelhas por mês, cerca de 12 por dia. Cada uma sai por R$ 30. Achou caro? Tenho fila de espera para dois meses! Como sou disputada, muitas clientes agendam visitas para o ano todo. Tem freguesa que vem do Paraná fazer sobrancelha comigo, acredita?

Graças à minha pinça comprei carro zero e apartamento de dois quartos. Além disso, financiei duas lipoesculturas, silicone nos seios e uma plástica nas orelhas.

O segredo do meu sucesso é ser perfeccionista, tanto que demoro meia hora com cada cliente. Dependendo do estrago, uma sobrancelha pode levar um ano para ficar boa. Nesses casos a maquiagem definitiva é uma boa opção.

Sobrancelha não é artigo de moda. Brigo sempre com as clientes que a sobrancelha tem que combinar com o rosto, não interessa se a onda é dos pêlos grossos ou finos. A única moda que eu aprovo é os homens tirarem a sobrancelha. Dou a maior força. A sobrancelha é a moldura do rosto. Tanto em homens quanto em mulheres, ela pode derrubar ou levantar a fisionomia.

Fiquei impressionada com a história dela e resolvi postar aqui para vocês...Afinal,ela merece...Quem acha que trabalhar na área da beleza é moleza se engana redondamente.Requer força de vontade,amor pelo que faz e principalmente perfeccionismo.Só as melhores das melhores conseguem se destacar,podem ter certeza.Aqui onde moro,por exemplo,tem dezenas de salões,um do lado do outro e todos com o mesmo problema...Faltam profissionais de verdade.Aquelas que realmente sabem trabalhar e te fazem chegar em casa radiante de felicidade pelo cabelo,maquiagem,unha bem feita...Deixam tanto a desejar que quando chegamos em casa lá vamos nós dar aquela melhorada que faltou...Sem falar quando você decide ir no salão pintar o seu cabelo e a "profissional"estraga a cor.Comigo já aconteceu,e juro que tive vontade de chorar,me arrependi e nunca mais coloquei meus pés lá de novo.Eu mesma pinto meu cabelo,só não corto porque tenho medo de estragar.Mas escolho quem realmente sabe trabalhar.E digo que são poucas.A maioria faz por dinheiro mesmo,não por amor.Acho que essa é a grande diferença para quem trabalha nessa área.Claro que dindin é muito bem-vindo sempre,mas para mim vai muito além disso...Fazer a pessoa gostar e ficar satisfeita com o seu trabalho...Isso não tem dindin que pague né?

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

FELICIDADE>>>>>


"Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.

E então, pude relaxar.

Hoje sei que isso tem nome…Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu  sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.

Hoje sei que isso é…Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.

Hoje chamo isso de… Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.

Hoje sei que o nome disso é… Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.

Hoje sei que se chama… Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.

Hoje sei que isso é… Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes.

Hoje descobri a… Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
 
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é…Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
 
Tudo isso é… Saber viver!!!"

Lista de materiais básicos para maquiadoras que estão iniciando...






Hoje vou postar para vocês a lista de materiais básicos para uma maquiadora.Confesso que quando recebemos essa lista no início do curso eu achei muito simples,mas conforme fui adquirindo o material necessário,vi que o investimento era bem maior do que eu imaginava.Sem falar que havia coisas que não estavam na lista e eram super necessárias...Aqui postei a foto dos meus primeiros pincéis,mas faltam muitos ainda.Esses são os básicos:Blush,pó,base e corretivo,aplicador de sombra,pincel para esfumar e pincel para lábios.


Agora vamos à pequena lista de Materiais "Básicos":

Algodão;
Cotonetes;
Apontador;
Bases(clara,média e escura);
Batons(diversas cores);
Blush(diversas cores);
Brilhos labiais;
Cílios postiços(inteiros e tufos);
Cola para cílios postiços;
Corretivos(claro,médio e escuro);
Cremes hidratantes ou gel hidratante(peles oleosas);
Curvador de cílios(o conhecido curvex);
Pinças;
Pó compacto(claro,médio e escuro);
Pincel para blush(médio);
Pincel para sombrancelhas chanfrado;
Pincel para pó(grande);
Pincel língua de gato(P,M,G);
Pincel para base e corretivo;
Delineadores várias cores;
Removedor de maquiagem(demaquilante);
Esponja queijinho;
Fixador de maquiagem;
Gloss;
Lápis para boca;
Lápis para olhos todas as cores;
Lenços de papel;
Loção tônica;
Máscaras para cílios;
Pancake(claro,médio e escuro);
Sombras(opacas e cintilantes);
Sombra para sombrancelha opaca;
Tesourinha;
Loçao adstringente;
Capa para maquiagem(é tipo um babeirinho);


Esponja queijinho...
  

Este é o meu "curvéques" da linha Marco Boni.Genérico do Shu Uemura...


Lembrando que como vamos ser futuras designers de sombrancelhas,na lista acima está incluído o material(tesourinha e pinça) mas sei que tem mais coisas que precisarei e que não estão nessa lista...viram,vai bastante dindin...E tem mais o curso de cabelo...Muitas escovas,bobs,grampos,enfeites,pentes,presilhas,amarradores,etc,etc...Ufa...Quanta coisa...


O que é isso?Estranho não é?Essa foi uma sugestão da nossa instrutora,da Nataly.Isso é uma plaqueta de inox e uma espátula usadas para misturar maquiagem como base ,corretivos,batons e outras coisas antes de aplicar no rosto da pessoa.Isso também serve para tirar o excesso do pincel e controlar a quantidade que é aplicada no rosto.Sem falar da higiene e da facilidade para se fazer um bom trabalho...Garante principalmente a higiene dos produtos para a boca,usando a espátula para retirar a quantidade do  baton e da plaquete é retirado com o pincel evitando o contato da baton com a boca de várias pessoas.Entenderam a importância desse material? Lembrando que esse material também não estava na lista acima...Acharam pouco?Ainda tem mais...Os corretivos coloridos...




A finalidade dos corretivos coloridos é a mesma: camuflar imperfeições da pele como olheiras, pequenos vazinhos, hematomas e outras imperfeições. Já que as imperfeições na pele são de diversas cores (de espinha vermelha às terríveis olheiras roxas), com o corretivo colorido na cor certa todas as imperfeições podem ser neutralizadas.Mas como usá-los eu farei um post futuramente ok?


E ainda tem mais...Máscara descartável com elástico e luvas de silicone ou látex para uma completa higiene na hora de maquiar...






Parece muito material,mas é o básico mesmo para você começar a maquiar.Claro que quem tem criatividade se vira nos 30.E com o tempo a gente vai completando o que falta...Bastante tempo...Beijos e até o próximo post...Não esqueçam de comentar...

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Você está com pressa...Mas você sairia com uma maquiagem assim?


Não estou criticando a maneira de trabalhar de ninguém,mas não resisti em comentar esse vídeo quando vi no YouTube.Me chamou muita atençao...Antes de começar meu curso de profissionalização eu não prestava muita atenção nas maquiagens por aí.Mas agora,é uma coisa natural do meu ser.Eu não queria,mas eu vejo todas as qualidades e todos os defeitos também...Já vi centenas de vídeos tutoriais de maquiagem,mas juro que nenhum me chamou tanta atenção quanto esse.Acho que me indignei com o que ele fez com a modelo,tão bonita antes de ser maquiada.

Essa semana mesmo a Nataly(nossa instrutora de maquiagem) nos deu a super dica de profissional:jamais fazer maquiagem usando os dedos,principalmente em outras pessoas.Lá no curso nós usamos luvas e máscaras quando maquiamos outras pessoas.É uma questão de higiene mesmo.Ela mesma sempre usa nos clientes dela(ela tem um estúdio).A questão da máscara também é por higiene.Já pensou,ao meio-dia você comeu aquela super pizza de alho e óleo e a pessoa que você está maquiando é obrigada a ficar sentindo o seu hálito nada agradável?Ou vice-versa?Ninguém merece né?

Mas o pior que notei no vídeo(e a principal) é o olho preto todo borrado e torto( um diferente do outro).O maquiador deveria ter finalizado a maquiagem,acertado bem a pálpebra para ficarem iguais e bem feitas.Eu digo que mesmo quem não entende nada,mas tem um mínimo de bom senso,vai perceber que não ficou nada bacana.
Eu,pessoalmente usaria um pincel para esfumar a pálpebra e acertar a sombra feita com o lápis.Claro que se você não tem pincéis,pode usar o dedo mesmo ou até mesmo um cotonete.Eu mesma já fiz isso centenas de vezes antes de ter pincéis apropriados.E olha que eu sou iniciante nisso,mas não pude deixar de reparar a falta de assimetria.Parece que foi feito com desleixo total.E já estou ficando crítica.Desculpa ao rapaz que maquiou no vídeo,mas até minha filha de 7 anos faria melhor.

Eu não sairia de casa do jeito que ele maquiou a modelo.Usaria uma maquiagem mais básica e tão rápida quanto a que ele fez.Desculpa moço do vídeo,mas é que eu não achei bacana mesmo...Ao invés de valorizar a modelo,ela ficou com cara de palhaça.Por favor não me processe por ter analisado ou criticado seu vídeo.É uma crítica construtiva tá?Talvez a proposta do seu vídeo fosse fazer a maquiagem em apenas 3 minutos mesmo...Mas acho que muitas pessoas vão concordar comigo que faltou finalizar ou "acertar" sua maquiagem...

Portanto,tomem cuidado quando forem fazer maquiagem com pressa,pois principalmente nós,as mulheres,reparamos e comentamos isso,sim.Se não souber se maquiar,cuidado.Às vezes é melhor nem inventar moda.Ou procure alguém mais entendida para dar algumas dicas...Maquiagem mal feita nos dá um aspecto de desleixadas...

E vocês aí de casa?Sairiam maquiadas exatamente dessa maneira?Vocês se sentiriam bem?Comentem...Beijos...(Ai,ai,já viram que vou ser uma maquiadora extremante perfeccionista e crítica)

Aqui tem um vídeo dos gêmeos maquiadores(eu adoro eles).Assistam,vale a pena...Tem mais dicas deles no YouTube...Todas super fáceis...



quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

O que é pele quente e fria?


Você sabia que verificando a tonalidade de sua pele você poderá acertar melhor as roupas que comprar e a maquiagem que usar? Os maquiadores, micropigmentadores (maquiagem definitiva), cabeleireiros (é, só os experts) usam essa tecnica para saber quais cores ficam melhores nos clientes.
A tonalidade da pele foi classificada pela colorimetria assim porque as cores passam sensações de calor ou frio. Então a pele clara recebeu a subclassificação nas estações do ano : Primavera Verão Outono Inverno.
Já as peles negras tem uma subclassificação bem maior, devido a maior variedade de tons.


Peles Claras:
Primavera: esta categoria pertence as cores quentes, e a tonalidade básica é um
dourado-amarelado. Esta é uma característica de ingleses, franceses, italianos e
portugueses. O pigmento castanho claro é ideal para sobrancelhas, castanho
escuro para os olhos e vermelho-alaranjado para os lábios.
Outono: este tipo de pele também é quente, com predominância do vermelho. O
irlandês ruivo tem esta característica. O pigmento avelã com castanho claro para
sobrancelhas, castanho escuro para os olhos e vermelho-alaranjado para os
lábios.
Verão: as cores deste tipo são frias, caracterizadas pelo rosa, são pessoas muito
loiras dos países nórdicos e Europa. O pigmento castanho claro é indicado para
sobrancelhas, castanho escuro para os olhos e vermelho e natural para os lábios. 
Inverno: as cores deste tipo são frias das categorias doa azuladas, são os
orientais e árabes. O pigmento castanho médio para sobrancelhas, preto para os
olhos e cerâmica para os lábios.


Peles negras:
 As peles negras são de uma variedade muito grande. Vão desde as mais claras,
que são acinzentadas, passando por claras amareladas, mais escuras
avermelhadas, até o muito escuro, que é azulado. Portanto, também são
classificados em tipos frios e quentes.
• Nilo: Este tipo de pele é clara amarelada e fria. O castanho médio para
sobrancelhas, preto para os olhos e cerâmica para os lábios.
• Blues: Este tipo de pele é acinzentado, o mais escuro das peles negras, também
classificada como fria. O pigmento castanho avermelhado + castanho escuro
para sobrancelhas, azul reflexo para os olhos (pelo seu brilho) e magenta ou
violeta para os lábios.
• Saara: tipo de pele clara e amarelada, e quente . O castanho médio
para sobrancelhas, preto para os olhos e vermelho-rubi ou cerâmica para os
lábios.
• Calipso: é uma pele de tom médio, com características quentes e frias, por isso
combina com quase todas as cores. Devido a presença do amarelado o ideal é o
castanho médio para sobrancelhas, preto para os olhos e tons marrons
a vermelhos para os lábios.
• Jazz: Este é um tipo de pele escura do tipo fria, porém não tanto quanto a do
tipo blues. O castanho avermelhado para sobrancelhas, preto para os
olhos e bordô para os lábios.
• Spike: trata-se de uma pele de tom médio, mas quente e avermelhada. No Brasil
chamamos de jambo. O castanho médio + castanho avermelhado para
sobrancelhas, preto para os olhos e bordô para os lábios.


Para saber se sua pele é quente ou fria existem algumas técnicas:

  • Coloque algo dourado de uma lado do rosto e prateado do outro e veja com qual sua pele se destaca melhor. Se for com dourado, sua pele é quente e se for com prateado, sua pele é fria.
  • Coloque alguns tecidos/roupas no ombro, das seguintes cores: roupas em tom pastel, branca, preta e/ou roxa. Compare com seu rosto: se sua pele ficar melhor com tom pastel é quente, se ficar melhor com branco, preto ou roxo é fria.
  • Outra forma é verificar se fica melhor com roupa branca ou bege. Se ficar melhor com branca é fria e se ficar melhor com bege é quente.

As peles quente vão melhor com roupas vermelhas, laranjas, amarelas, tons pastéis. As frias vão melhor com branco, preto, roxo, azul, verde, rosa.







As classificações não são 100% porque houve muita miscigenação no Brasil. Mas dá pra ter uma base.

Então corra para o espelho e teste sua cor.

Já repararam como tem pessoas que ficam super bem loiras e outras ficam muito estranhas?A mesma coisa vale para o cabelo preto.Algumas ficam bem e outras parecem um fantasma.
Mas como saber exatamente se temos a pele quente ou fria?Olhem primeiramente as veias dos seus pulsos:se elas forem esverdeadas,sua pele é quente e se elas forem mais azuladas,sua pele é fria.A técnica das jóias douradas ou prateadas também dá certo.Prata em peles frias e dourado em peles quentes.
Se você fica bem de branco:pele fria e se fica bem de bege:pele quente.As pessoas de pele quente tem a pele mais para um tom de pêssego e as pessoas de pele fria tem a pele mais para um tom de rosa.
Cores para pele fria:o azul/pink é o tom da "base" da sua pele, então suas cores são:azuis,verdes,rosas,lilases,roxos e todas as tonalidades que derivem dessas cores,incluindo também os tons de cinza e prata.
Cores para pele quente:tonalidades que derivem de amarelo,como o dourado,laranja,vermelho,terra,marrom e bege pois esse é o tom de "base" da sua pele.
Saber disso é muito importante para você compor sua maquiagem e seu visual.Então,pele quente ou fria nada tem a ver com sua temperatura corporal e sim com a intensidade da tez da sua pele.
Muitas vezes já sabemos as cores que combinam com a nossa pele,por intuição mesmo.Por isso,independente de qualquer teste que você faça,confie em você e no seu melhor consultor:o "espelho".Beijos e não esqueçam de comentar...



Antes da maquiagem,reconheça seu tipo de pele...







A qualidade inicial ou o tipo de pele é sempre determinado geneticamente, o que significa que você nasceu com ela. No entanto, a saúde e a beleza de sua pele irão depender da alimentação, do modo de vida e do meio ambiente em que se está presente.

O cotidiano, a poluição da cidade e o nível de stress que o mesmo pode trazer, também podem influenciar e muito no comportamento geral de sua pele.

Um ditado popular russo afirma que: “Após os 30 anos, a mulher simplesmente se enxerga do jeito que ela merece”. Então mulheres comecem a cuidar de sua pele desde já, não importa a idade, pois depois pode ser um pouco tarde.

Os homens também devem ficar atentos em relação a pele, pois devido ao seus altos níveis de colágeno, a pele masculina é até 20% mais espessa e mais dura do que a pele feminina. Assim a pele é considerada mais rígida e mais oleosa do que as das mulheres.

O primeiro passo que se deve fazer para manter a sua pele sempre bonita e saudável é determinar qual é o seu tipo de pele.

De um modo geral, existem cinco tipos básicos de pele: a normal, seca, oleosa, mista, e sensível, sendo que cada uma contém características particulares e que requerem cuidados específicos de tratamento.

Pele normal
Possui uma textura fina, com uma superfície lisa e maleável. Tem um bom equilíbrio entre óleo e teor de umidade, portanto ela não é nem úmida, nem gordurosa e nem seca.
É uma pele vibrante, elástica e influenciável e é menos problemática de todos os outros gêneros.
Os poros desse tipo de pele são pequenos, finos e pouco visíveis, de um modo geral aparecem sempre no mesmo tom da pele. É uma pele clara e está pouco propícia a desenvolver manchas e espinhas, sendo assim refletem boas condições de saúde e são sempre mais fáceis de cuidar.

Pele seca
A pele seca tem um aspecto ressecado e tem uma certa tendência a se descamar. Está propensa a ter rugas e linhas de expressão com o passar dos anos. Devido à incapacidade de reter umidade, bem como a insuficiente produção de sebo pelas glândulas sebáceas, a pele seca muitas vezes tem vários problemas em tempo de frio, pois tende a rachar com muita facilidade. Necessitam de constante proteção e de hidratação com cremes específicos para o dia e para a noite.

Pele oleosa
Como o próprio nome já indica, pele oleosa é ligeiramente e moderadamente gordurosa e quando olhamos de longe parecem ser lustrosas e brilhantes. Este tipo de pele é causado pela secreção de sebo que se faz ao longo da superfície da pele. Este excesso de óleo na superfície da pele atrai muita sujeira e poeira do meio ambiente, por isso os poros acabam tem uma cor mais escura. Os cravos, por exemplo, tendem a ser pretos e possuem uma grande tendência em aparecer espinhas. Este tipo de pele precisa ser limpa pelo menos 3 vezes ao dia e deve se ter muito cuidados.
O ideal é lavar bem o rosto sempre antes de dormir e logo pela manhã, com produtos específicos para o tipo de pele oleosa. Depois, deve aplicar um tônico para retirar os resíduos da poluição e da maquiagem. Na hora de hidratar, escolha sempre produtos não oleosos e que não causam a obstrução dos poros da pele.

Pele Mista
Este tipo de pele é muito comum. Como o nome sugere, é uma combinação de ambas as outras, com determinadas áreas do rosto oleosas e outras com aspectos de seca.
Normalmente existe um painel constituído pelo central gorduroso da testa, nariz e queixo, e o outro constituído pelo painel das bochechas secas e as áreas ao redor dos olhos e da boca. O painel central gorduroso tem se o nome de zona T e nesses casos, cada parte do rosto deve ser tratada de uma maneira específica. A área de aspecto seco deve ser tratada com produtos para pele seca e assim por diante.

Pele sensível
Este tipo de pele tem uma textura fina e é muito sensível às mudanças no clima. São sempre muito clarinhas e possuem irritações de muitos produtos de beleza.
Normalmente, desenvolvem uma vermelhidão, manchas e também é muito propensa a se descamar. É a mais problemática e frágil de todos os outros tipos de pele e necessita de um tipo muito especial de tratamento.

Depois de se identificar com algum desses tipos de pele, o segredo para manter qualquer tipo de pele é fazer uma alimentação balanceada, comendo nutrientes, minerais e fibras, fazer exercícios físicos diários e beber muita água.

Fernanda Sartori Fernandes-Redação portaisdamoda.com.br


Eu tenho a pele super oleosa e hoje aprendi que faço uma coisa muito errada:uso produtos que contém álcool em sua formulação,principalmente meu tônico e adstringente.A maioria dos produtos cosméticos contém álcool para a conservação e a proteção para que não se proliferem bactérias  ou mesmo como solventes.O problema de conter álcool é que ele resseca demais minha pele,parece que retira aquela camada natural e fica tudo repuxando depois.
E vocês,alguma vez já analisaram os ingredientes listados no rótulo dos seus produtos cosméticos ou outros cuidados da pele?Vocês sabem o que esses ingredientes são e o que causam à sua pele?Assunto para um futuro post...Comentem aqui no blog.Beijos...